top of page

AMA Brasil apoia, auxilia e subscreve formação da AMAREDD+ Brasil e iniciam auditoria piloto em RPE

A AMA Brasil, através do seu presidente, Hermann Palmeira, participou, apoiou e auxiliou diretamente na elaboração do estatuto social e dos princípios, conceitos, objetivos e fundamentos, subscrevendo assim a ata de fundação da AMAREDD+ BRASIL - ASSOCIAÇÃO DE MUNICÍPIOS AMBIENTALISTAS PARA A REDUÇÃO DAS EMISSÕES POR DESMATAMENTO E DEGRADAÇÃO FLORESTAL DO BRASIL, realizada em Rio Preto da Eva, no estado do Amazonas, formada por 5 municípios, Rio Preto da Eva, Juruá, Carauari, Tapauá e Itacoatiara, que são pioneiros na busca pela elaboração de projetos públicos de REDD no Brasil, e com a formação da instituição teve início a busca de políticas conjuntas no âmbito dos objetivos de auditar e aprovar as áreas de proteção ambiental de florestas em seus territórios.


O município de Rio Preto da Eva iniciou o projeto piloto que será replicado nos demais municípios, sendo executado conjuntamente com a empresa Carbono Socioambiental, conduzida pelo zootecnista Romeu Cordeiro da Silva, e com isso foi iniciado o processo de auditoria com a certificadora AENOR especializada em projetos de Crédito de Carbono, originária de Madri, na Espanha. Todo o processo de auditoria e certificação do projeto de Rio Preto da Eva deve ser conduzido durante o ano de 2021, esperando que haja o cumprimento de todas as exigências de ajustes e adequações necessários e obrigatórios para atender os parâmetros internacionais, e com o êxito esperado nesta etapa teremos a aprovação integral do projeto piloto, abrindo sequencialmente os protocolos dos projetos das outras 4 cidades participantes, o que deverá ser feito até o início de 2022.



0 visualização0 comentário
bottom of page